BANDEIRA NACIONAL DA FEDERAÇÃO DA RÚSSIA

A Bandeira Nacional da Federação da Rússia é rectangular e constituída por três faixas horizontais iguais – branca em cima, azul no meio e vermelha em baixo. A correlação da lar­gura e comprimento da bandeira é de 2:3.


http://www.brazil.mid.ru/img/simb_01.gif

Desde os tempos antigos a cor vermelha simbolizava na Rússia a coragem e o amor, azul - a lealdade e pureza moral, branca – a magnanimidade. A bandeira tricolor – branca, azul e ver­melha – pela primeira vez foi hasteada nos barcos da Marinha Russa durante a campanha de Azov – a fortaleza no Sul da Rússia que o czar Pedro I, o Grande, tomou aos turcos no fim do séc. XVII. No séc. XIX houve um período em que a bandeira da Rússia era preta, dourada e branca, mas a partir de 1883 a bandeira histórica branca, azul e vermelha foi introduzida mais uma vez. Nos tempos soviéticos, de 1917 a 1991, a bandeira da Rússia teve a cor vermelha.

Em Agosto de 1991 a Rússia de novo adoptou a sua bandei­ra antiga branca, azul e vermelha.

 

ESCUDO NACIONAL DA FEDERAÇÃO DA RÚSSIA

O escudo nacional da Federação da Rússia é a imagem da águia bicéfala dourada, colocada sobre o escudo he­ráldico vermelho; em cima da águia estão três coroas históricas de Pedro Grande (duas coroas menores em cima das cabeças da águia e uma coroa maior em cima delas); no peito da águia sobre o escudo vermelho está o cavaleiro ao atingir com a sua lança o dragão.

http://www.brazil.mid.ru/img/simb_02.gif

A partir do séc. XIV a águia bicéfala dourada sobre o fun­do vermelho tornou-se o símbolo do Império Bizantino em que a cor vermelha (púrpura) era a cor imperial (cesaria­na) rigorosamente regulamentada e a cor dourada era o símbolo da eternidade. No séc. XV depois do casamento do Grande Príncipe de Moscou, Ivan III com a sobrinha do último Imperador bizantino Sofia Paleilog a águia bicéfala afirmou-se na Rússia como o escudo do Estado. No séc. XVII o escudo assumiu a forma completa da águia bicé­fala com três coroas (simbolizando os reinos de Kazan. Ástrakhan e Sibéria integrados no Estado de Moscou ou, segundo a outra versão, significou a fé, esperança e amor), o ceptro (símbolo de defesa da soberania) e a po­tência (símbolo da unidade e integridade do Estado).

O actual escudo nacional da Rússia foi instituido pelo De­creto do Presidente da Rússia em Novembro de 1993. Além de elementos supracitados apresenta a imagem do cavaleiro ao atingir um dragão – é o escudo moscovita, mais antigo do que a águia bicéfala, símbolo da vitória do bem sobre o mal. Segundo a versão moscovita o ca­valeiro nessa imagem é São Jorge – santo patrono da cidade de Moscou.

 

HINO NACIONAL

http://www.brazil.mid.ru/img/simb_03.jpg

Россия - священная наша держава, 
Россия - любимая наша страна. 
Могучая воля, великая слава – 
Твое достоянье на все времена!

Славься, Отечество наше свободное, 
Братских народов союз вековой, 
Предками данная мудрость народная! 
Славься, страна! Мы гордимся тобой!

От южных морей до полярного края 
Раскинулись наши леса и поля. 
Одна ты на свете! Одна ты такая – 
Хранимая Богом родная земля!

* * *

Славься, Отечество наше свободное, 
Братских народов союз вековой, 
Предками данная мудрость народная! 
Славься, страна! Мы гордимся тобой!

* * *

Широкий простор для мечты и для жизни 
Грядущие нам открывают года. 
Нам силу дает наша верность Отчизне. 
Так было, так есть и так будет всегда!

* * *

Славься, Отечество наше свободное. 
Братских народов союз вековой, 
Предками данная мудрость народная! 
Славься, страна! Мы гордимся тобой!

Tradução não-oficial

Ó Rússia – nosso Estado sagrado! 
Ó Rússia – nosso amado País! 
Vontade de ferro e glória grande 
Pertencem agora e sempre a ti.

* * * 
Viva a nossa Pátria livre, 
Povos irmãos – união secular, 
Sabedoria dos antepassados. 
Viva, ó Pátria, de ti orgulhamos!

* * *

Dos mares do Sul aos gelos polares 
Estendem-se nossos espaços sem fim. 
No mundo és única, uma de todas, 
Ó terra natal, protegida por Deus!

* * * 
As vastas larguras dos sonhos e vida 
Os anos vindouros prometem a nós. 
Fieldade à Pátria dá-nos a força. 
Tem sido assim e será para sempre! 

* * *

Viva a nossa Pátria livre, 
Povos irmãos – união secular, 
Sabedoria dos antepassados. 
Viva, ó Pátria, de ti orgulhamos!